A indústria de drones é um mercado de rápido crescimento em todo o mundo. É relatado que apenas em 2015, cerca de 6 milhões de UAVs foram vendidos em todo o mundo para uso recreativo e comercial, e o número deve aumentar a cada ano. Este documento foi desenvolvido para ajudar a garantir que os usuários de drone tenham acesso às informações a respeito de como pilotar seus drones de forma segura e legal, sem colocar outras pessoas em perigo. 

Abaixo, listamos alguns dos principais pontos a serem considerados para que o voo seja seguro para você e para todos os que estão à sua volta.

1. Entenda as leis e regulamentações locais para operar drones

 O primeiro e o ponto mais importante é seguir as leis e os requisitos do seu país ou de sua cidade solicitados para iniciar um voo drone. Cada país tem diferentes requisitos, como seguro para o voo, autorização do plano de voo, registro de drones/operadores e outros. Todos esses requisitos são feitos pensando no melhor para todos. Então, antes de tudo, verifique as leis e os requisitos do seu país.  

2. Verifique as condições climáticas para o voo

Não tente voar com mau tempo. Condições climáticas adversas, como ventos fortes, má visibilidade, chuva e outros devem ser um sinal para não voar seu drone. Ao fazê-lo, você pode evitar a perda de contato com seu drone, o que seria a causa de um possível acidente. Lembre-se: um dia extremamente ensolarado não é necessariamente um bom dia para voar, os ventos fortes também são perigosos.  

3. Não voe sobre pessoas e multidões

 Voar sobre as pessoas pode causar acidentes bastante danosos. É realmente importante que você sempre esteja em uma distância segura das pessoas para que, no caso de haver algum problema com seu drone, ele não caia sobre alguém.  

4. Mantenha sempre a aeronave sob a linha de visão (VLOS)

 Você sempre deve manter seu drone em linha de visão durante os voos. Caso esteja mapeando uma distância mais extensa, você pode usar um observador (EVLOS) para ajudá-lo. Isso é importante para que você sempre saiba onde está o seu drone e o que o rodeia.  

5. Não voe acima de 120 metros (400 pés)

 Evite voar muito alto, mantenha a altura do voo abaixo de 120 metros. Quanto mais alto você for, maior a possibilidade de você entrar em rota de aeronaves comercias. Caso, às vezes, seja necessário voar mais alto, seja muito cuidadoso e, o mais importante, siga sempre as restrições para o seu país para esse tipo de voo.

6. Verifique sempre as restrições de uso do espaço aéreo do local onde se realizará a operação

 Sempre verifique com antecedência o local onde será realizado o voo e as restrições do uso de seu espaço aéreo.   Fique longe dos aeroportos: isso é realmente importante! Ao voar perto de aeroportos, você está colocando a vida de centenas de pessoas em perigo. Alguns aplicativos já consideram a zona do aeroporto como uma zona de exclusão aérea, então, procure voar longe dessas áreas. Já houve relatos de pilotos de linhas aéreas comerciais que precisaram desviar dos drones devido à irresponsabilidade dos pilotos de drone. Evite tornar-se esse tipo de piloto de drone.   

7. Nunca voe sobre influência de drogas ou álcool

 Para manter seguros tanto você quanto aqueles que estão à sua volta, você precisa estar no controle total de seu voo. Assim, da mesma forma que você não pode beber e dirigir, você também não pode beber e pilotar.  

8. Mantenha-se sempre concentrado e com as mãos no controle/rádio para manter o controle durante o voo

 Muitos aplicativos, como o aplicativo Maply, ajudam os pilotos criando um plano de voo automatizado, com o qual não é preciso pilotar o drone o tempo todo. No entanto, às vezes as coisas podem dar errado, e você precisa tomar o controle de seu voo. Por isso é importante que você tenha sempre o controle remoto na mão durante o voo, pronto para agir.  

9. Verifique se o seu drone possui drones danos e carregue totalmente as baterias antes de cada voo

 Antes de ir a campo, sempre verifique as condições da sua aeronave e se as baterias estão totalmente carregadas.

10. Decole e voe sempre com um sinal de GPS forte 

 Um bom final de GPS garante:  

Que seu drone se mantenha em uma posição de retenção

É simplesmente a capacidade que um drone possui para se manter em um local no espaço. Por exemplo, se você decolar e subir o drone a 10 metros do chão, você pode soltar o seu controlador e o drone irá segurar essa altitude e localização enquanto compensa quaisquer fatores externos, como o vento, que possam tentar movê-lo em qualquer direção.

 Por que isso é importante: Aprender a pilotar um drone é um processo. Não há nada mais reconfortante do que ter a capacidade de soltar os controles e demorar um pouco para pensar no próximo passo. 

Retorne ao ponto de decolagem (Home point) com segurança

Um bom sinal de GPS durante a decolagem garante que o drone tenha marcado com sucesso o seu ponto de decolagem (Home point). Como o nome indica, o recurso permite que seu drone volte automaticamente para o ponto a partir do qual decolou, em situações de emergência, como a perda de sinal do controlador ou o nível da bateria muito baixo.

11. Cuidado com possíveis interferências

 Não voe perto de linhas de transmissão e estruturas que emitem campos eletromagnéticos. As linhas de energia emitem uma grande quantidade de radiação eletromagnética que pode interferir nas bússolas dos drones e causar uma possível desorientação do equipamento.  

12. Não sobrevoe propriedades sem autorizações

Não voe sobre propriedade de terceiros, a menos que o proprietário deste local lhe tenha dado permissão.

 Links Úteis  
http://www.decea.gov.br/drone/
http://www.anac.gov.br/
http://www.anac.gov.br/
https://www.faa.gov/uas/
https://www.airmap.com/
http://knowbeforeyoufly.org/

__________________________________________________________________
Ainda não se cadastrou na Maply?
Comece a mapear agora com uma avaliação gratuita de 30 dias do Maply Advanced. 

Encontrou a sua resposta?